BARRAS DE BATATA DOCE E CÔCO

Quando nos aproximamos de alguns alimentos que na realidade nem sabemos bem se gostamos ou não, simplesmente porque nunca os usamos, podem surgir resultados surpreendentes. A bata doce é um belo exemplo disso. Nunca foi tubérculo que se usasse por cá. Quando há uns anos provei a polpa amarela, apenas cozida, não achei piada nenhuma. […]

Ler Mais...

Ratatouille de Forno com Feta e Salicornia

Dos clássicos da gastronomia mais famosos do mundo, muitos nos chegaram das formas mais caricatas e menos prováveis. Quem ainda não conhecia este prato de legumes francês, passou seguramente a identifica-lo devido ao famoso filme do ratinho com o mesmo nome. O surgimento do Ratatouille remonta ao sec. XVIII, na região da Provença e dispensa grandes apresentações. […]

Ler Mais...

Raia Escalfada com Batata Doce

Por estes dias voltei ao livro do Nelson. Tenho-o há um bom tempo e quando chegou li-o de uma ponta à outra, como, confesso, não faço com todos, mas desde aí ainda não consegui reproduzir muitas receitas. Dos livros que, calmamente, vão enchendo as prateleiras da estante, sobressaem esta ou aquela receita, esta ou aquela imagem, […]

Ler Mais...

Entradas Natalícias II (alternativas)

Da segunda ronda de Entradas pensadas para dar opções alternativas às convencionais que costumam compor as nossas mesas de natal, e no âmbito da parceria com a Carla e o seu espaço “Inspirar & Nutrir”, surgem estas duas receitas. A cor, o sabor e o carácter nutritivo sobressaem e garantem pratos que resultaram interessantíssimos e ultra […]

Ler Mais...

Caldo de Acelgas, Lentilhas e Cúrcuma

Em miúda não suportava este tipo de sopa ou caldo. Tudo que “boiasse” na água que não fosse couve ou feijão me parecia estranho e era automaticamente rejeitado. Recordo, agora com alguma graça, o nome que dava à sopa branca que a minha mãe gostava de fazer. “Sopa de Legos”. Sim, era mesmo o que chamava […]

Ler Mais...

Entradas Natalícias I (alternativas)

O primeiro post de Dezembro pretende claramente dar as boas vindas ao Natal. Começando exactamente pelo início. Ou seja, pelas Entradas. A espécie de dilema que por vezes se abate sobre quem gosta de cozinhar e mimar a família no dia de Natal tem a sua razão de ser. Se por um lado existem iguarias obrigatórias […]

Ler Mais...

Bruschettas de Puré de Batata Doce e Gorgonzola com Figo Assado

O figo é aquele fruto que mais dificuldade tenho em arranjar da forma que gosto. Não sei se acontece só comigo mas infelizmente nem todos os anos tenho a sorte de saborear bons figos. Este Outubro brindou-me com estas pequenas e frágeis delícias, e claro, além de os devorar ao natural, aproveitei para os conjugar […]

Ler Mais...

Dourada Outonal

Habitualmente associamos a frescura e leveza de um bom peixe fresco ao Verão. Quando nos sabe melhor uma proteína ligeira, bem grelhadinha e temperada de forma rápida e suave. Mas esse mesmo peixe facilmente se transforma num belo e reconfortante assado nas estações em que o frio reina. O forno tem essa capacidade extraordinária de nos […]

Ler Mais...

Petiscos de Primavera

Se há formas de cozinhar e apresentar comida que me despertam imediata vontade de provar, independentemente de já conhecer de cor e salteado ou se são totalmente novos, são os nossos queridos Petiscos. Temos os intemporais que vão bem em qualquer altura do ano. Mas há conjugações mais pesadas e intensas e opções mais frescas […]

Ler Mais...

Creme de Couve Flor com Cogumelos

O meu contacto com a Macrobiótica aconteceu ainda na adolescência, há mais de duas décadas (até custa escrever, mas é verdade!). Foi graças à Acupunctura e não pelos melhores motivos. O facto do meu pai ter sofrido um AVC com apenas 42 anos de idade, fez com que, durante a sua recuperação, recorresse a uma […]

Ler Mais...