Esta foi das experiências recentes uma das que mais me surpreendeu. Não apenas pelo facto de ter resultado muito bem logo à primeira tentativa, mas também porque descobri mais um snack saudável que o pequeno pode levar na lancheira de vez em quando. Sim, porque não basta eu gostar… Se o mesmo não suceder com ele, nada feito!
Pretendia um bolinho onde o aroma da tangerina predominasse, e que se apresentasse saudável, bem ligeiro e delicioso, obviamente. Tinha por lá farinha de côco, que curiosamente já é naturalmente adocicada, juntei côco ralado, amêndoa e azeite no papel da gordura. Para adoçar recorri ao xarope de agave, que há algum tempo não usava, por ser dos adoçantes que conheço de sabor mais neutro. Neste caso não quis adoçar com fruta para conferir mais leveza à massa.

O incrível aroma da tangerina realmente sai destacadíssimo e é reforçado pela “calda” do mesmo fruto que rega o bolo. Ajuda o facto destas meninas serem caseirinhas e do mais sumarento que há.
É um bolinho bem fácil de executar que nem precisa de batedeira. É isento de açúcar, gluten e lactose mas bastante nutritivo, além de possuir uma textura que me agrada particularmente, ali perto do ligeiramente denso.
O facto de ser pouco doce e dos seus ingredientes principais se sentirem a cada dentada sem rivalizarem, torna-o uma opção bastante interessante e equilibrada.

Este bolinho traz luz e muito brilho a um Inverno que até agora nos vais presenteando com um solinho bem reconfortante e animador.
Estou certa que ficará muito bem na mesa da Marta, que este mês seguramente encantará com o tema “Tangerina”. É delicioso e olha… pode-se abusar um bocadinho mais. Espero que gostes, Martinha!

Bolo de Côco e Tangerina

Ingredientes

(8-10 doses)

|Massa
4 ovos médios
5 colheres (sopa) de xarope de agave
80 ml de azeite (ligeiro)
50 gr de farinha de amêndoa
50 gr de farinha de côco
50 gr de côco ralado
1 colher (sobremesa) de fermento
1 colher (café) de canela
1 colher (café) de gengibre em pó
2-3 tangerinas, raspa e sumo
1/2 colher (sopa) de mel ou xarope de agave
1 colher (sobremesa) de amido de milho
Lascas de côco torrado para decorar (opcional)

Preparação

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar uma forma, a gosto, com manteiga e forrar o fundo com papel vegetal também untado.
Num recipiente juntar ovos, o xarope de agave, o azeite, as farinhas, o côco, as especiarias e a raspa de duas tangerinas. Envolver tudo sem bater até o preparado estar bem uniforme.
Distribuir a massa pela forma, alisando a superfície. Levar ao forno cerca de 25 minutos, até a massa estar firme o douradinha. Fazer o teste do palito e retirar do forno e deixar arrefecer 10-15 minutos antes de desenformar.
Entretanto espremer o sumo das 3 tangerinas (até obter sensivelmente 120ml) e levar ao lume juntamente com um pau de canela e o mel ou xarope. Diluir bem o amido de milho num pouco de água e juntar ao sumo de tangerina, mexendo sempre até que engrosse ligeiramente. Rejeitar o pau de canela, retirar do lume e verter por cima do bolo já morno.
Decorar com lascas de côco torrado, a gosto.

Nota: na calda usei mel, mas se não apreciarem o sabor podem perfeitamente colocar xarope de agave.