A saga dos bolos de chocolate!
Porque a minha busca continua (é com os bolos de chocolate e com as bolas de carne!) é sempre engraçado descobrir um bolo novo e comparar as diferenças com as outras receitas que já conhecemos e com que nos vamos cruzando, perceber as suas texturas e pensar automaticamente se vai agradar mais a este ou aquele familiar ou amigo.

O meu tipo de bolo de chocolate é sempre pouco doce, bem húmido e preferencialmente com alguma densidade. Ou seja, qualquer fudge facilmente me convence.
Não deve ser demasiado pastoso, mas idealmente intenso. Isto não significa que não goste de bolos mais altos e fôfos, mas sinceramente não são os que mais me atraem. E tem de ter sempre chocolate!!! Apesar de conhecer excelentes receitas de bolos de chocolate que só levam cacau, para mim é essencial incluir umas boas gramas de chocolate negro.

Quando conheci esta receita, ao desfolhar um livrinho pequenino de uma coleção simples mas com propostas bem interessantes, recordou-me imediatamente este, porém, claramente mais decadente, dada a introdução da dupla ameixa-brandy. Este bolo de chocolate e amêndoa feito há uns anos abriu-me claramente a perspectiva para o potencial dos flourless chocolate cakes. No fundo vejo este tipo de textura como quase que um enriquecer da base dos bolos mousse, e posso concluir que a introdução de uma bebida alcoólica também lhes dá um toque bem especial. Pelo menos ao meu paladar são sempre mais ricos e aliciantes.

Tenho a certeza que ao lerem “ameixa” nos ingredientes muitas torções de narizes se darão, mas acreditem que, ainda que a textura se faça sentir, o sabor da ameixa passa despercebida e apenas intensifica a humidade e personalidade do bolo. A receita original dá a dica de subsitituir este fruto por figos, arandos, passas, ou até uma mistura de vários. Para mim com ameixa ficou mais que perfeito.

A massa, sendo muito húmida é também bastante delicada de manobrar, exigindo imenso cuidado ao fazê-lo.
Existe sempre a  hipótese de o transformarem num bolo de chocolate de partilha e de o comerem à colherada de forma comunitária.
Não posso terminar o post sem fazer uma nota de destaque ao papel do queijo ricota que aqui se mostrou sublime, conferindo uma sobriedade deliciosa ao doce.

Fica a sugestão de o fazerem e partilharem com a Mãe, ou com o(s) filho(s) neste próximo dia alusivo à pessoa tão essencial na vida de todos. Experimentem e tenham um Feliz Dia da Mãe!

 

BOLO FUDGE DE CHOCOLATE, AMEIXA E AMÊNDOA

(Receita do livro “Big Cakes”, coleção da The Australian Women´s Weekly)

Ingredientes

(8-10 fatias)

200 gr de ameixas secas sem caroço
160 ml de brandy
165 gr de chocolate negro (70% de cacau)
150 gr de manteiga em pedaços, à temperatura ambiente
120 gr de açúcar
4 ovos
240 gr de amêndoa ralada
Queijo ricota e amêndoas laminadas tostadas para acompanhar

Preparação

Pré-aquecer o forno 160ºC. Untar com manteiga uma forma de 24 cm, forrar com papel vegetal também untado.
Partir as ameixas em pedaços pequenos e levar ao lume juntamente com o brandy até ferver.  Colocar no mínimo e deixar cozinhar cerca de 5 minutos até o liquido reduzir. Reservar.
Derreter o chocolate em banho maria até estar macio e uniforme.
Bater a manteiga com o açúcar até obter um preparado cremoso.  Acrescentar os ovos, um a um, batendo bem entre cada adição. Juntar o chocolate, o preparado das ameixas e a amêndoa ralada e envolver tudo muito bem.
Verter o preparado na forma e levar ao forno cerca de 45 minutos. Deixar arrefecer na forma.
Servir com queijo ricota
Nota: Em relação à receita original reduzi cerca de 50 gr a quantidade de açúcar, e usei ricota como acompanhamento em vez das natas indicadas.